top of page

Reconhecendo um Bulimico


Apesar de toda preocupação de esconder a doença, quem tem bulimia acaba deixando rastro de vomito, cheiro de vomito, e indo muitas vezes ao banheiro sozinnho/a. Nos homens este é um habito comum, porém no universo feminino quando uma mulher faz questão que ninguém a acompanhe ao toilette de um restaurante pode ser um importante sinal, ainda mais se ela sempre tem vontade de ir ao banheiro depois que come. Ninguém gosta de gosto de vomito na boca, mesmo quem tem a doença vai aproveitar a hora de lavar as mãos para lavar um pouco a boca com água, ou se estiver mais prevenido escovar os dentes. Sempre que eu vomitava, sentia logo em seguida uma vontade de beber muita água. Essa sede ocorre porque perdemos muito líquido na hora de regurgitar. O corpo não entende o que está acontecendo com ele, porém tenta de todas as maneiras nos enviar sinais para conseguir sobreviver. Este também é um importante alerta para identificar uma pessoa bulímica, sua constante sede toda vez que volta do toilette. Eu diria, que entre todos, o sinal mais importante é o isolamento. Quem tem a doença não se sente confortável na maioria das vezes em devorar uma panela de “seila o que” na frente dos outros. Conheci uma menina que não comia mais que um alface na frente de ninguém, ela dizia sempre que não tinha fome, ou que já tinha jantado em casa. Então na visão dos amigos, ela era chata para comida, na verdade ela era bulimica. Uma bulímica reconhece a outra com maior facilidade. A relação com a comida muda nosso comportamento e nossas vidas, viramos dependentes e nos envergonhamos da propria cruz que temos que carregar. Sim, é horrível falar de vomito, apesar de este ser nossa válvula de escape, estamos cientes da “monstruosidade” do ato. E temos horror só de pensar o que seria de nós se o mundo descobrisse nosso segredo. Quando a conciencia pesa nos definimos como algo anormal, sujo, gordo, perdedor e sem esperança. O quadro é tão sério e verdadeiro que se torna difícil encarar a si mesmo no espelho. Assumir a doença no entanto é o passo mais importante para quem deseja um dia se curar.

Tags:

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
bottom of page